Comportamento

Vídeo Cassetadas e valores ao avesso

imagePENSANDO ALTO…..
Sempre me senti uma E.T. por achar o Domingão do Faustão e suas Vídeo Cassetadas uma aberração. Me sentia sozinha ao me perguntar: tipo de pais, assistem os seus filhos se machucarem ou qualquer outro ser, humano ou não, se machucar e continua filmando? Que tipo de país, assiste um episódio de uma queda, de que tipo seja e compreende isso, oficialmente, como forma de entretenimento? Isso me assusta. Onde foram parar a nossa civilidade e os nossos valores? O que estamos ensinando aos nossos filhos? Será que somos mesmo humanos???
Salvo as devidas proporções, o que levava os romanos às arenas no início da Era Cristã não era exatamente o prazer em ver o sofrimento alheio?
Um dos sentimentos mais importantes na nossa humanidade, é a empatia, a capacidade de se relacionar com o sentimento do outro, de sentir junto. Essa é a capacidade que faz do mundo um lugar agradável e diria até, possível de se viver.
Eu não ligo muito para coisas, mas gosto imensamente de pessoas, qualquer pessoa. Não acho isso uma qualidade, acho natural. Estar no melhor hotel ou festa do mundo, sem conhecer ninguém, é bem menos interessante que sentar num degrau de escada qualquer, rodeada de pessoas maravilhosas! E como existem pessoas maravilhosas!!!
Mas quando eu rio de uma pessoa que se deu mal, eu tiro a dignidade daquela pessoa. E não importa se eu a conheço ou não, porque quando eu nego a dignidade de alguém, eu também nego a minha e de todo mundo no processo. Afinal, a minha dignidade passa, necessariamente, pelo respeito que eu tenho à dignidade do outro.
No dia a dia é simples assim: as perguntas importantes são sempre o inverso da situação que se apresenta! Neste caso, será que eu, no lugar desta pessoa estaria me sentindo bem se todos estivessem rindo e debochando de mim? Se a resposta for não , acolhe a dor do outro, onde quer que ele esteja! E se a pessoa estiver por perto, vai lá, estende a mão, dá um sorriso carinhoso e pergunta: você está bem?
Por que no final de tudo, o melhor lugar do mundo é onde está a compaixão.

(Visited 118 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *